cFosSpeed é o Acelerador de Internet oficial dos produtos de gaming da ASUS, GIGABYTE, ASRock e MSI

Esta página não está suficientemente traduzida!

Obtenha uma licença grátis (cFos, cFosSpeed ou cFosBC) por nos ajudar.
Mais informação

Configuração básica

O setup mais básico é instalar o cFos PNet e copiar os documentos que quer publicar para a pasta "pub" na pasta de instalação do cFos PNet. Na configuração comum de Javascript, makedir.jss produz uma boa saída na pasta pub para os seus utilizadores.

Pode mudar a localização da pasta publica e privada mudando as chaves "public_dir=" e "private_dir=" em cfospnet.ini, secção [param] para a sua pasta de escolha (caminho completo necessário). cfospnet.ini está localizado na pasta c:\programdata\cFos\cfospnet.

Por defeito, o cFos PNet usa a porta 80 para serviços HTTP, mas pode mudar a porta mudando a chave "server_port" na secção [param] de cfospnet.ini.
Também por defeito, o cFos PNet usa tanto IPv4 como IPv6. Se quizer, pode limitar a sua conectividade para IPv4 ou IPv6 ao mudar a chave "ipv4_allowed" ou "ipv6_allowed" para "0" na mesma secção [param] de cfospnet.ini.

Se quiser enviar e-mail via via Javascript, também necessitará de configurar as seguintes chaves na secção [param]:

"smtp_server"endereço do seu servidor SMTP
"smtp_username"o seu nome de utilizador
"smtp_password"a sua password

É só isso. Para permitir que outros acedam ao seu servidor, pode precisar de configurar o port forwarding no seu router, se estiver por trás de uma NAT. Para além disso: Se usar endereços de IP dinâmicos, pode querer aderir um serviço de DNS dinâmico, como o DynDNS (www.dyndns.org). Nós fornecemos um script para se registar com DynDNS quando o cFos PNet começar e saír quando parar. Para o usar, corra dyndns.htm na sua pasta pública para dizer ao cFos PNet os seus parâmetros DynDNS. Depois active dyndns.jss como script de inicialização e fecho em cfospnet.ini removendo ";" na respectiva linha "on_start" e "on_stop" na secção [scripts].

Use Encriptação de Passwords On-the-fly começando as suas passwords com um sinal "!" adicional. Quando o cFos PNet ou os scripts encontrarem uma password com "!", ela será automaticamente encriptada, para que não haja ficheiros de passwords de texto claro no seu PC. Note que isto não fornece segurança forte, porque o cFos PNet tem de saber o método de desencriptação e por isso um atacante pode extrair a password. A encriptação é, no entanto, feita com um valor aleatório, escolhido pelo cFos PNet uma vez por instalação e é guardado no ficheiro master_pwd.ini na pasta de instalação do cFos PNet.
Portanto não deixe outros ver este ficheiro! Usando um valor aleatório quase único para encriptar passwords, é muito pouco provável que alguém que encontre passwords encriptadas possa as descodificar (a não ser que ele/ela também possua o ficheiro master_pwd.ini).
O valor master_pwd é também armazenado no registo para sobreviver uma desinstalação completa. Para além disso, se quizer usar o mesmo valor master_pwd numa nova instalação, pode copiar/fazer backup do ficheiro master_pwd.ini e (antes de iniciar a nova instalação) colocar este ficheiro na mesma pasta que o setup.exe do cFos PNet.

cFos PNet como um serviço de sistema

Se iniciar manualmente o cfospnet.exe, ele corre como normalmente um processo de utilizador Win32 na sua conta de utilizador. Quando fizer log out, o Windows irá pará-lo, assim como todos os outros programas que abriu.
Pode também usar o cFos PNet como um serviço do sistema. Aí iniciará com o Windows e executará independentemente do utilizador que tenha feito login. Use

"cfospnet.exe - start_service" para registar o cFos PNet como um serviço e iniciá-lo.
"cfospnet.exe -stop_service" para parar o serviço cFos PNet e desregistá-lo.

Setup do Utilizador

cFos PNet Vem com um setup de utilizador por defeito. O instalador cria uma pasta em /users/admin na pasta pub durante a instalação. Novos utilizadores têm um ficheiro de configuração profile.txt na sua respectiva pasta /users/. Também têm uma pasta em /private/.
Portanto se quizer partilhar um ficheiro apenas com um só utilizador, copie-o para a sua pasta /private/em vez da pasta pub. A configuração .htaccess então permite acesso ao ficheiro apenas após o utilizador fornecer o seu nome de utilizador e password. O utilizador pode também fazer upload para esta pasta (após introduzir a password correcta). Você pode criar e apagar utilizadores e mudar as suas passwords, usando /users/index.htm como utilizador "admin".

Documentação do cFos Personal Net